Ataídes Oliveira é o senador com mais propostas em junho

Senado
Balanço de Projetos – Junho de 2013

Com cinco proposições, o senador Ataídes Oliveira (PSDB-TO) foi o representante que mais apresentou projetos no mês passado. Em maio, a posição, ocupada por Blairo Maggi (PR-MT), equivalia a seis propostas.

Oliveira conseguiu a liderança em o mês de maior participação de seus pares até agora no ano. Para se ter uma ideia, cinco senadores empataram na segunda posição com quatro propostas cada.

São eles: Alfredo Nascimento (PR-AM), Maggi, Gim Argello (PTB-DF), Paulo Bauer (PSDB-SC) e Vital do Rêgo (PMDB-PB).

http://www.brasil247.com/get_img?ImageWidth=651&ImageId=202353

Ataídes Oliveira (PSDB-TO) – Foto: http://www.brasil247.com

No mês anterior, o vice-líder, Argello, tinha 5 proposições, uma a mais que em junho.

O terceiro lugar também teve um empate entre um trio. Casildo Maldaner (PMDB-SC), Eduardo Lopes (PRB-RJ) e Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) apresentaram três projetos. Para ocupar a posição, de Nascimento, em maio eram necessários quatro.

Reveja os balanços do mês e os anteriores levantados pelo “Leis em Projeto”.

Nathan Lopes, redação e pesquisa

Depois de PSDB e PR, PMDB é o novo partido com mais projetos no Senado

Senado
Balanço de Projetos – Junho de 2013

No terceiro mês de levantamento do “Leis em Projeto” sobre a produção dos partidos no Senado, uma terceira representação diferente está em primeiro lugar. Depois de PSDB e PR, em junho, a vez foi do PMDB.

Os peemedebistas no Senado assinaram 24 propostas. Mantendo o segundo lugar de maio, o PSDB teve 19.

O PR permaneceu entre os três primeiros, mas, desta vez, acompanhando do PT, com 12 proposições cada.

Fonte: Senado / "Leis em Projeto"

Fonte: Senado / “Leis em Projeto”

Acompanhe o restante da lista:

5° – PTB: 6
6° – PP: 5
7° – PCdoB: 4
8° – PDT, PSB, PRB e PSOL: 3
12° – PV e PSD: 1
14° – DEM e PSC: 0

Como são 15 os partidos com representação no Senado, cada um deles foi responsável por 2,94 projetos em junho.

Dessa maneira, 11 representações estiveram acima desse patamar.

Amanhã, conheça os senadores com mais projetos no mês passado.

Nathan Lopes, redação e pesquisa

SC tem degrau maior que os outros estados em junho no Senado

Senado
Balanço de Projetos – Junho de 2013

Se, em maio, o Distrito Federal e o Mato Grosso construíram degraus disformes na escada que representa os projetos por estado no Senado, abril teve apenas um nessa categoria.

Santa Catarina, o estado com mais propostas, deixou o degrau mais alto com uma distância maior para o penúltimo da subida.

Os nove projetos de catarinenses deixaram a tarefa difícil para quem está no final do processo de ascender ao topo. Isso porque o penúltimo degrau, construído apenas pelo Amazonas, tem sete propostas.

Antes dos dois, quem sobe encontra um degrau mais amplo, formado por quatro estados – Ceará, Distrito Federal, Tocantins e Paraíba. Cada um deles contribuiu com seis proposições.

Fonte: Senado / "Leis em Projeto"

Fonte: Senado / “Leis em Projeto”

O quinto nível da escada é formado por quem tem cinco projetos: o trio Amapá, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

O trio do quarto andar, por sua vez, tem quatro propostas. São eles: Alagoas, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul.

O terceiro degrau é formado por um último trio: Espírito Santo, Rondônia e São Paulo, que têm três proposições cada.

O segundo piso da subida, construído com duas proposições, é o mais espaço de todos, formado por oito estados: Acre, Bahia, Goiás, Maranhão, Pará, Paraná, Piauí, Roraima.

Para quem começa a subida, o primeiro degrau – com um proposta – foi feito por Minas Gerais, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Sergipe.

Amanhã, veja quais partidos tiveram mais projetos em junho.

Nathan Lopes, redação e pesquisa

Número de senadores com projeto é recorde em junho

Senado
Balanço de Projetos – Junho de 2013

Nos primeiros balanços do ano, os senadores podiam se dividir em três grupos. Desses, dois representam os que não tinham projetos e um, os que tinham. Em junho, pela primeira vez, essa tendência foi invertida.

Dos 81 senadores, 70,4% elaboraram alguma proposta no mês passado. Os outros 29,6% passaram o sexto mês do ano em branco.

Fonte: Senado / "Leis em Projeto"

Fonte: Senado / “Leis em Projeto”

Em números absolutos, 57 representantes estiveram envolvidos com proposições. O leitor pode achar estranho já que, ontem, o “Leis em Projeto” mostrou que foram 44 propostas apresentadas.

O ponto que tira todas as dúvidas é o projeto de lei 248/2013, que pede o passe livre para estudantes. Encabeçado pelo presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), ele foi coelaborado por outros 52, fator preponderante para o recorde de junho.

Fonte: Senado / "Leis em Projeto"

Fonte: Senado / “Leis em Projeto”

Efeito colateral
O impacto do projeto 248 também foi sentido na média de proposta por senador despencou de 1,6, em maio, para 0,77, no mês passado.

Se fosse considerado todo o universo do Senado, esse número seria de 0,54, abaixo dos 0,72 de junho.

Durante a semana, acompanhe outros dados do balanço de projetos dos senadores no sexto mês do ano.

Nathan Lopes, redação e pesquisa

Junho fecha primeiro semestre como mês com menos projetos no Senado

Senado
Balanço de Projetos – Junho de 2013

A marca de 44 propostas elaboradas foi a pior registrada no Senado desde que o “Leis em Projeto” começou um levantamento mensal sobre a produção legislativa. Até então, a posição era de abril, que teve 47 proposições.

No total, o sexto mês do ano teve 48 projetos – mesmo número final de abril. Os quatro extras foram produzidos comissões e pela mesa do Senado.

Fonte: Senado / "Leis em Projeto"

Fonte: Senado / “Leis em Projeto”

Com relação à média-dia, ela despencou em junho. Se considerarmos as 20 datas úteis, em cada uma delas foram apresentadas 2,2 propostas, abaixo dos 2,95 de maio, que teve a mesma quantidade de dias de trabalho.

Divisão
A singularidade de junho também está presente nos tipos de projeto. Eles saíram de uma trinca 65%30%5% para uma de 79,5%-18,2%-2,3%.

Na verdade, eles voltaram para esse patamar de divisão, mais comum em fevereiro e março.

Fonte: Senado / "Leis em Projeto"

Fonte: Senado / “Leis em Projeto”

Amanhã, o “Leis em Projeto” apresenta mais dados sobre a produção legislativa dos senadores em junho.

Nathan Lopes, redação e pesquisa

Major Fábio fecha 1° semestre como deputado com mais projetos em junho

Câmara Federal
Balanço de Projetos – Junho de 2013

Desde que o “Leis em Projeto” começou a levantar dados sobre a produção legislativa na Câmara Federal, o deputado com mais projetos sempre foi o mesmo: Major Fábio (DEM-PB).

Ele é conhecido por apresentar dezenas de propostas todos os meses. Em junho, não foi diferente. O parlamentar elaborou 15 proposições, número abaixo de seu pico: 22, em abril.

https://i1.wp.com/1.bp.blogspot.com/_X6RW9ukeK1g/SxGmzjqDIOI/AAAAAAAANmo/AcH-xwWcJ1M/s400/fai.jpg

Major Fábio (DEM-PB) – Foto: http://1.bp.blogspot.com

No sexto mês do ano, inclusive, Fábio chegou a apresentar 10 projetos em um único dia, como o “Leis em Projeto” destacou recentemente.

Em segundo lugar, aparece o deputado Jorge Silva (PDT-ES), com seis propostas, uma a mais do que Rogério Carvalho (PT-SE), dono da posição em maio.

https://i0.wp.com/midia.folhavitoria.com.br/img/lib/2012/04/jorge_silva__8ec7a11dce.jpg

Jorge Silva (PDT-ES) – Foto: http://midia.folhavitoria.com.br

Junho teve, mais uma vez, empate no terceiro lugar. Carlos Bezerra (PMDB-MT) e Sergio Zveiter (PSD-RJ) tiveram cinco proposições cada um.

As 31 propostas representam 20,5% de todas as que foram apresentadas na Câmara no mês passado.

Na semana que vem, o “Leis em Projeto” apresenta o balanço sobre o Senado.

Nathan Lopes, redação e pesquisa

Partidos com mais propostas de junho são os mesmos de maio

Câmara Federal
Balanço de Projetos – Junho de 2013

PMDB, DEM e PSDB seguem, nessa ordem, como os partidos que tiveram mais projetos apresentados na Câmara. Em junho, a única diferença é que os tucanos dividem a terceira posição com o PSD.

O mês passado também marcou um aumento na produção de proposições dos dois primeiros colocados. O PMDB passou de 29 para 32, e o DEM, de 24 para 26.

Fonte: Câmara Federal / "Leis em Projeto"

Fonte: Câmara Federal / “Leis em Projeto”

O PSDB, por sua vez, elaborou menos, deixando a marca de 19 em maio e ficando com 16, mesmo número do PSD, que apresentara a mesma quantidade no mês anterior.

Não foram apenas as três primeiras posições que se mantiveram, a quantidade de partidos sem proposta também. Um grupo de sete repetiu-se em junho. Desta vez, eles são: PTC, PRP, PRTB, PHS, PSL, PRB e PSOL.

Acompanhe a lista a partir da quinta posição:

5° – PDT e PT: 15
7° – PSB, PP e PR: 7

PROPORÇÃO: Considerando os 151 projetos de junho e os 24 partidos com representação na Câmara, a média é de 6,3 propostas por representação partidária.

10° – PSC: 5
11° – PCdoB e PPS: 4
13° – PTB e PV: 3
15° – PMN, PTdoB e PEN: 1
18° – PTC, PRP, PRTB, PHS, PSL, PRB e PSOL: 0

Amanhã, saiba quais foram os deputados com mais projetos em junho.

Nathan Lopes, redação e pesquisa

Deputados do AP e RN ficam sem propostas em mais um mês

Câmara Federal
Balanço de Projetos – Junho de 2013

Os representantes de Amapá e Rio Grande do Norte, pelo segundo mês seguido, não apresentarão nenhum projeto de lei na Câmara Federal.

Em junho, assim como em maio, eles integraram o grupo de quatro estados que ficaram sem proposições ao longo de um mês. Desta vez, a companhia foi dos deputados de Acre e Roraima.

Os quatro estados têm oito parlamentares cada. Juntos, eles representam 4,7% dos 513 deputados da Câmara.

Fonte: Câmara Federal / "Leis em Projeto"

Fonte: Câmara Federal / “Leis em Projeto”

Por outro lado, as três primeiras posições seguem as mesmas. São Paulo continuou líder no quesito, com 22 projetos, um a menos que em maio.

O Rio de Janeiro, por seu turno, em segundo, com 17 propostas. E a bancada da Paraíba apresentou 16 projetos.

Acompanhe o restante da lista:

4° – Minas Gerais: 13
5° – Mato Grosso do Sul e Rio Grande do Sul: 11
7° – Mato Grosso: 9
8° – Espírito Santo, Paraná e Santa Catarina: 8
11° – Bahia, Distrito Federal e Pernambuco: 7

PROPORÇÃO: Como a Câmara recebeu 151 projetos, cada partido foi responsável, em média, por 5,6 deles

14° – Goiás, Pará e Sergipe: 3
17° – Amazonas, Ceará e Tocantins: 2
20° – Alagoas, Maranhão, Piauí e Rondônia: 1
24° – Acre, Amapá, Rio Grande do Norte e Roraima: 0

Amanhã, o “Leis em Projeto” apresenta mais números da Câmara Federal em junho.

Nathan Lopes, redação e pesquisa

Número de deputados com projeto cai novamente em junho

Câmara Federal
Balanço de Projetos – Junho de 2013

Depois do pico de abril, a tendência iniciada em maio continuou em junho. Dos 513 deputados da Câmara Federal, 416 não elaboraram nenhum projeto no mês passado. Para fechar a conta, 97 foram autores de propostas, segundo o levantamento feito pelo “Leis em Projeto”.

Em abril, o primeiro grupo era composto por 385 parlamentares. Ele cresceu para 402 em maio e chegou aos 416 do sexto mês de 2013.

Fonte: Câmara Federal / "Leis em Projeto"

Fonte: Câmara Federal / “Leis em Projeto”

A proporção segue praticamente a mesma. Se dividirmos os integrantes da Câmara em cinco grupos, apenas um teria componentes com alguma proposição elaborada, algo como 18,9%.

As médias também se mantêm com resultados próximos. Considerando as 151 propostas apresentadas e os deputados que os fizeram, cada um deles foi responsável por 1,55, pouco abaixo do 1,57 de maio.

Fonte: Câmara Federal / "Leis em Projeto"

Fonte: Câmara Federal / “Leis em Projeto”

Tomando todo o universo da Câmara, o resultado seria de 0,29, um pouco mais distante do 0,34 do mês anterior.

Durante a semana, o “Leis em Projeto” apresenta mais resultados do balanço de projetos dos deputados federais em junho.

Nathan Lopes, redação e pesquisa

Em meio a protestos, projetos despencam na Câmara em junho

Câmara Federal
Balanço de Projetos – Junho de 2013

O mês de junho não foi comum. O Brasil nunca havia visto uma manifestação tão grande pedindo por mudanças pela melhora do país. Isso afetou o trabalho da Câmara Federal em junho.

Os deputados, talvez por estarem observando os protestos contra o trabalho deles, diminuíram a quantidade de projetos apresentados no mês passado.

Foram os índices mais baixos desde fevereiro, quando o “Leis em Projeto” começou o balanço mensal sobre a atuação do legislativo federal.

Fonte: Câmara Federal / "Leis em Projeto"

Fonte: Câmara Federal / “Leis em Projeto”

Foram 151 projetos elaborados em 20 datas úteis, uma média de 7,55 por dia. Até então, fevereiro detinha a pior marca, 8,81 em 17 dias. O segundo mês do ano, aliás, teve 150 propostas apresentadas.

No total, a Câmara recebeu 169 proposições, mas 18 delas não foram feitas pelos parlamentares. Sete eram do Senado, quatro, do Executivo. Outras quatro pertencem a comissões e três, ao Supremo.

Fonte: Câmara Federal / "Leis em Projeto"

Fonte: Câmara Federal / “Leis em Projeto”

E, mais uma vez, a proporção sobre o tipo de projeto foi mantida em junho. As propostas originais foram 66,9% do total, enquanto as novas representavam 28,5%. As homenagens totalizaram 4,6%.

Amanhã, acompanhe mais dados do balanço de junho sobre o trabalho da Câmara Federal.

Nathan Lopes, redação e pesquisa