Conheça os candidatos do AP para Senado, governo estadual e Legislativo

Eleições 2014
Pleito no Amapá

Candidatos ao governo do Amapá*

– Antônio Waldez (PDT – 12)
– Bruno Mineiro (PTdoB – 70)
– Camilo Capiberibe (PSB – 40)
– Décio Gomes (PCB – 21)
– Genival Cruz (PSTU – 16)
– Jorge Amanajas (PPS – 23)
– Lucas Barreto (PSD – 55)

Candidatos ao Senado do Amapá**

– David Alcolumbre (DEM – 255)
– Dora Nascimento (PT – 131)
– Gilvam Borges (PMDB – 152)
– Jorvan Nascimento  (PRP – 441)
– Ricardo Vilhena (PCB – 210)
– Marquinho Abreu (PRTB – 280)
– Moisés Pereira (PEN – 511)
– Palmira Bittencourt (PTC – 369)
– Paulo Ricardo (PSTU – 161)
– Raquel Capiberibe (PMN – 333)

Clique e acesse a lista com os 116 candidatos a deputado federal (para 8 vagas) e os 383 a deputado estadual (24 vagas).

Dê sua opinião sobre as eleições de 2014 no @leisemprojeto

*por ordem alfabética
**em 2014, apenas um será eleito

Anúncios

Deputados do AP e RN ficam sem propostas em mais um mês

Câmara Federal
Balanço de Projetos – Junho de 2013

Os representantes de Amapá e Rio Grande do Norte, pelo segundo mês seguido, não apresentarão nenhum projeto de lei na Câmara Federal.

Em junho, assim como em maio, eles integraram o grupo de quatro estados que ficaram sem proposições ao longo de um mês. Desta vez, a companhia foi dos deputados de Acre e Roraima.

Os quatro estados têm oito parlamentares cada. Juntos, eles representam 4,7% dos 513 deputados da Câmara.

Fonte: Câmara Federal / "Leis em Projeto"

Fonte: Câmara Federal / “Leis em Projeto”

Por outro lado, as três primeiras posições seguem as mesmas. São Paulo continuou líder no quesito, com 22 projetos, um a menos que em maio.

O Rio de Janeiro, por seu turno, em segundo, com 17 propostas. E a bancada da Paraíba apresentou 16 projetos.

Acompanhe o restante da lista:

4° – Minas Gerais: 13
5° – Mato Grosso do Sul e Rio Grande do Sul: 11
7° – Mato Grosso: 9
8° – Espírito Santo, Paraná e Santa Catarina: 8
11° – Bahia, Distrito Federal e Pernambuco: 7

PROPORÇÃO: Como a Câmara recebeu 151 projetos, cada partido foi responsável, em média, por 5,6 deles

14° – Goiás, Pará e Sergipe: 3
17° – Amazonas, Ceará e Tocantins: 2
20° – Alagoas, Maranhão, Piauí e Rondônia: 1
24° – Acre, Amapá, Rio Grande do Norte e Roraima: 0

Amanhã, o “Leis em Projeto” apresenta mais números da Câmara Federal em junho.

Nathan Lopes, redação e pesquisa