Confira o resultado final do 1º turno das eleições de 2014 em todo o Brasil

Eleições 2014
Resultados do 1º turno

No último domingo, dia 5, mais de 142 milhões de brasileiros foram às urnas escolher seus representantes para cinco cargos nas eleições de 2014.

Estavam em disputa as posições de deputado estadual (ou distrital), senador, deputado federal, governador, e presidente.

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) disponibiliza o resultado da eleição, com a quantidade de votos obtida por cada candidato em todas as disputas no país. Para ter acesso aos números, acesse o site do TSE.

Debata o resultado do primeiro turno no @leisemprojeto

Conheça os candidatos do PR para Senado, governo estadual e Legislativo

Eleições 2014
Pleito no Paraná

Candidatos ao governo do Paraná*

– Bernardo Pilotto (PSOL – 50)
– Beto Richa (PSDB – 45)
– Geonisio Marinho (PRTB – 28)
– Gleisi Hoffman (PT – 13)
– Ogier Buchi (PRP – 44)
– Roberto Requião (PMDB – 15)
– Rodrigo Tomazini (PSTU – 16)
– Tulio Bandeira (PTC – 36)

Candidatos ao Senado pelo Paraná**

– Adilson da Silva (PRTB – 282)
– Álvaro Dias (PSDB – 456)
– Evandro Castagna (PSTU – 160)
– Luiz Barbara (PTC – 360)
– Luiz Piva (PSOL – 505)
– Marcelo Almeida (PMDB – 151)
– Mauri Viana (PRP – 444)
– Ricardo Gomide (PCdoB – 650)

Clique e acesse a lista com os 344 candidatos a deputado federal (para 30 vagas) e os 848 a deputado estadual (54 vagas).

Dê sua opinião sobre as eleições de 2014 no @leisemprojeto

*por ordem alfabética
**em 2014, apenas um será eleito

Projeto propõe que professores usem apenas giz antialérgico no PR

Assembleia Legislativa do Paraná
Projeto de lei 244/2014

As escolas paranaenses poderão ser obrigadas a fornecer apenas giz antialérgico para uso dos professores caso a proposta do deputado estadual Gilberto Ribeiro (PSB-PR) seja aprovada.

A medida valeria apenas para as instituições de ensino que possuem quadro negro. Estas teriam um ano para adaptarem-se à nova legislação.

“O giz convencional é causador de muitos processos alérgicos, especialmente rinites e dermatites, que se constituem em causas frequentes de afastamento de trabalho dos professores e alunos atingidos pela química do pó de giz”, justifica o parlamentar.

“Esta medida trará benefícios imediatos, considerando que 20% da população é portadora de rinite alérgica”, aponta Ribeiro. “O objetivo é assegurar e garantir o bem-estar e a saúde de crianças e professores. Temos que proteger os riscos à saúde pública”.

A íntegra do projeto de lei 244/2014 – apresentado em 2 de junho – está disponível no site da Assembleia Legislativa do Paraná.

Analise esta proposta no @leisemprojeto.

PR: Deputado quer incluir exame de sangue para drogas e álcool no pré-natal

Assembleia Legislativa do Paraná
Projeto de lei 257/2014

A Secretaria de Saúde paranaense poderá ser obrigada a incluir pedidos de exame de sangue para detectar a presença de substâncias químicas – no caso, álcool e drogas – em gestantes durante o período pré-natal. A medida foi proposta pelo deputado estadual Péricles de Mello (PT-PR).

A intenção da proposição é providenciar avaliação psicológica da grávida atendida pela rede pública estadual caso o resultado do exame dê positivo para as substâncias.

Para o deputado, o projeto visa uma “maior proteção ao recém-nascido e à gestante”. “Será possível prevenir e evitar danos e riscos à saúde da mãe e do bebê”.

Pesquisas apontam que muitas crianças de gestantes dependentes químicas sofrem muito pela abstinência das drogas, podendo fazer, inclusive, com que o bebê vá a óbito. “A proposição tem o objetivo de reduzir o risco psíquico nas gestantes, nas parturientes e nos bebês”.

A íntegra do projeto de lei 257/2014 – apresentado em 3 de junho – está disponível no site da Assembleia Legislativa do Paraná.

Discuta esta proposta no @leisemprojeto.

DO EXECUTIVO: Richa propõe isenção do ICMS para diesel de coletivos no PR

Assembleia Legislativa do Paraná
Projeto de lei 132/2013

As empresas responsáveis pelo sistema de transporte público intermunicipal do Paraná poderão comprar óleo diesel com isenção do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS).

A proposta, do governador Beto Richa (PSDB-PR), vale apenas para cidades da região metropolitana de Curitiba ou que tenham mais de 140 mil habitantes.

https://i0.wp.com/www.opresente.com.br/media/webmedia/files/beto_richa_3.jpg

Governador Beto Richa (PSDB-PR) – Foto: http://www.opresente.com.br

O objetivo, segundo a justificativa, é “o atendimento mais econômico, seguro e de qualidade do transporte de pessoas que dependem de sua utilização diária”.

“Devido aos elevados custos operacionais, a continuidade dos serviços está ameaçada, pois o repasse dos custos aumentaria demasiadamente o valor da tarifa, afastando o usuário por comprometimento de sua renda e, ainda mais, a produtividade do setor”.

A íntegra do projeto de lei 132/2013 – apresentado em 15 de abril – está disponível no site da Assembleia Legislativa do Paraná.

Deputado sugere implantação do ‘Pedagiômetro’ em rodovias do PR

Assembleia Legislativa do Paraná
Projeto de lei 67/2013

Ao chegar nas praças de pedágio paraenses, o motorista poderá, no futuro, notar uma estrutura diferente para sinalização de mensagens. Ela irá registrar o valor arrecadado pelas concessionárias com o tráfego nas rodovias do estado.

Com o nome de “Pedagiômetro”, o painel deverá ser instalado em área visível nos locais de cobrança da taxa, segundo a proposta do deputado estadual Tercílio Turini (PPS-PR).

https://i1.wp.com/api.ning.com/files/KyHxacZGqshOQAWpcz98VFy8eliKMNRLaGu0y1Z9FMkxj7-bRkO*EdoDQ3tUpSUNbNYZGx3KDIeezdVLIb8K1sQksV3mvcLG/impostometro.jpg

‘Pedagiômetro’ seria parecido com o ‘Impostômetro’. Foto: http://api.ning.com/

A informação apresentada será a da quantia que foi obtida durante o ano, a partir da 0h de 1° de janeiro. Outro dado a ser registrado é o do número de veículos que passaram pelo pedágio no período.

O deputado aponta que a inspiração veio do “Pedagiômetro” paulista, que contabiliza a arrecadação apenas em uma página na internet.

Turini deseja facilitar o conhecimento público do faturamento das concessionárias. Segundo os dados obtidos pela Assembleia paranaense, elas obtiveram, em 2011, R$ 1,6 bilhão, tendo R$ 250 milhões de despesas.

“A população terá a oportunidade de avaliar melhor o valor arrecadado e comparar se este corresponde à estrutura e à segurança das estradas por onde trafega”, justifica Turini.

O deputado, porém, não esclarece de quem seria a responsabilidade de instalar e manter o painel, se da concessionária, do poder público ou de uma organização não-governamental.

A íntegra do projeto de lei 67/2013 – apresentado em 6 de março – está disponível no site da Assembleia Legislativa do Paraná.

EPÍTETO POR LEI, temporada 2013: São Martinho, capital dos embutidos no PR

Assembleia Legislativa do Paraná
Projeto de lei 3/2013

A primeira proposta de lei da Assembleia paranaense também é o primeiro projeto de lei da seção “Epíteto Por Lei” em 2013.

O deputado estadual Tercílio Turini (PPS-PR) sugere que o distrito de São Martinho – na cidade de Rolândia – seja considerado a capital paranaense dos embutidos.

“Trata-se de uma reivindicação da própria população, uma vez que o distrito ficou famoso pela fabricação de linguiça, salame, presunto, queijo de porco, chouriço e salsicha, todos artesanais e de altíssima qualidade e higiene”, justifica Turini.

No texto, o deputado coloca que o epíteto poderá ajudar São Martinho a captar recursos e investimentos para a fabricação de embutidos.

A íntegra do do projeto de lei 3/2013 – apresentado em 5 de fevereiro – está disponível no site da Assembleia Legislativa do Paraná.