Major Fábio fecha 1° semestre como deputado com mais projetos em junho

Câmara Federal
Balanço de Projetos – Junho de 2013

Desde que o “Leis em Projeto” começou a levantar dados sobre a produção legislativa na Câmara Federal, o deputado com mais projetos sempre foi o mesmo: Major Fábio (DEM-PB).

Ele é conhecido por apresentar dezenas de propostas todos os meses. Em junho, não foi diferente. O parlamentar elaborou 15 proposições, número abaixo de seu pico: 22, em abril.

https://i1.wp.com/1.bp.blogspot.com/_X6RW9ukeK1g/SxGmzjqDIOI/AAAAAAAANmo/AcH-xwWcJ1M/s400/fai.jpg

Major Fábio (DEM-PB) – Foto: http://1.bp.blogspot.com

No sexto mês do ano, inclusive, Fábio chegou a apresentar 10 projetos em um único dia, como o “Leis em Projeto” destacou recentemente.

Em segundo lugar, aparece o deputado Jorge Silva (PDT-ES), com seis propostas, uma a mais do que Rogério Carvalho (PT-SE), dono da posição em maio.

https://i2.wp.com/midia.folhavitoria.com.br/img/lib/2012/04/jorge_silva__8ec7a11dce.jpg

Jorge Silva (PDT-ES) – Foto: http://midia.folhavitoria.com.br

Junho teve, mais uma vez, empate no terceiro lugar. Carlos Bezerra (PMDB-MT) e Sergio Zveiter (PSD-RJ) tiveram cinco proposições cada um.

As 31 propostas representam 20,5% de todas as que foram apresentadas na Câmara no mês passado.

Na semana que vem, o “Leis em Projeto” apresenta o balanço sobre o Senado.

Nathan Lopes, redação e pesquisa

Anúncios

Deputados do AP e RN ficam sem propostas em mais um mês

Câmara Federal
Balanço de Projetos – Junho de 2013

Os representantes de Amapá e Rio Grande do Norte, pelo segundo mês seguido, não apresentarão nenhum projeto de lei na Câmara Federal.

Em junho, assim como em maio, eles integraram o grupo de quatro estados que ficaram sem proposições ao longo de um mês. Desta vez, a companhia foi dos deputados de Acre e Roraima.

Os quatro estados têm oito parlamentares cada. Juntos, eles representam 4,7% dos 513 deputados da Câmara.

Fonte: Câmara Federal / "Leis em Projeto"

Fonte: Câmara Federal / “Leis em Projeto”

Por outro lado, as três primeiras posições seguem as mesmas. São Paulo continuou líder no quesito, com 22 projetos, um a menos que em maio.

O Rio de Janeiro, por seu turno, em segundo, com 17 propostas. E a bancada da Paraíba apresentou 16 projetos.

Acompanhe o restante da lista:

4° – Minas Gerais: 13
5° – Mato Grosso do Sul e Rio Grande do Sul: 11
7° – Mato Grosso: 9
8° – Espírito Santo, Paraná e Santa Catarina: 8
11° – Bahia, Distrito Federal e Pernambuco: 7

PROPORÇÃO: Como a Câmara recebeu 151 projetos, cada partido foi responsável, em média, por 5,6 deles

14° – Goiás, Pará e Sergipe: 3
17° – Amazonas, Ceará e Tocantins: 2
20° – Alagoas, Maranhão, Piauí e Rondônia: 1
24° – Acre, Amapá, Rio Grande do Norte e Roraima: 0

Amanhã, o “Leis em Projeto” apresenta mais números da Câmara Federal em junho.

Nathan Lopes, redação e pesquisa

Número de deputados com projeto cai novamente em junho

Câmara Federal
Balanço de Projetos – Junho de 2013

Depois do pico de abril, a tendência iniciada em maio continuou em junho. Dos 513 deputados da Câmara Federal, 416 não elaboraram nenhum projeto no mês passado. Para fechar a conta, 97 foram autores de propostas, segundo o levantamento feito pelo “Leis em Projeto”.

Em abril, o primeiro grupo era composto por 385 parlamentares. Ele cresceu para 402 em maio e chegou aos 416 do sexto mês de 2013.

Fonte: Câmara Federal / "Leis em Projeto"

Fonte: Câmara Federal / “Leis em Projeto”

A proporção segue praticamente a mesma. Se dividirmos os integrantes da Câmara em cinco grupos, apenas um teria componentes com alguma proposição elaborada, algo como 18,9%.

As médias também se mantêm com resultados próximos. Considerando as 151 propostas apresentadas e os deputados que os fizeram, cada um deles foi responsável por 1,55, pouco abaixo do 1,57 de maio.

Fonte: Câmara Federal / "Leis em Projeto"

Fonte: Câmara Federal / “Leis em Projeto”

Tomando todo o universo da Câmara, o resultado seria de 0,29, um pouco mais distante do 0,34 do mês anterior.

Durante a semana, o “Leis em Projeto” apresenta mais resultados do balanço de projetos dos deputados federais em junho.

Nathan Lopes, redação e pesquisa

“Congresso perdeu capacidade de ser caixa de ressonância”, diz FHC

Congresso Nacional
Análise

No último domingo, em entrevista ao “Canal Livre”, da TV Bandeirantes, o ex-presidente da República e sociólogo Fernando Henrique Cardoso afirmou que a agenda nacional ficou fechada no Palácio Planalto.

“E o Congresso foi perdendo a capacidade que tinha de ser caixa de ressonância do debate público”, analisou FHC, que classificou a situação como lamentável.

A observação do ex-presidente tem relação com o que é apresentado diariamente pelo “Leis em Projeto”. Em nossos debates, alguns dos leitores criticam a inutilidade de algumas propostas elaboradas por nossos parlamentares. Não é raro, também, verificar uma falta de identificação com elas.

https://i0.wp.com/f.i.uol.com.br/folha/poder/images/13175106.jpeg

Foto: Reprodução/TV Bandeirantes

Por causa disso, o brasileiro, hoje, não estaria enxergando um trabalho político feito pelo Legislativo, na visão de FHC.  “O poder que a população sente no Brasil é só do Executivo. E, geralmente, sente apenas como consequência de decisão”, aponta.

Como sociólogo, Cardoso acredita que o país vive uma democracia de cidadania restrita, na qual os interesses do representante político é de agradar os grupos que o ajudaram a eleger-se e não o cidadão que lhe deu o voto.

O “Leis em Projeto” decidiu publicar essa parte da entrevista do ex-presidente à TV Bandeirantes como forma de criar um debate em torno dessas ideias, que podem ser analisadas diariamente aqui.

Você acredita que o Legislativo não é mais uma “caixa de ressonância do debate público”, com pensa FHC? Ou ainda se vê com representação no Senado e na Câmara? O espaço para análises está aberto.

Mesmo com menos projetos, Major Fábio segue líder na Câmara em maio

Câmara Federal
Balanço de Projetos – Maio de 2013

O deputado federal Major Fábio (DEM-PB) foi, novamente, quem mais apresentou projetos de lei na Câmara Federal. Mas, desta vez, a quantidade elaborada ficou aquém de março e abril. O parlamentar apresentou 13 em maio.

O número é similar ao de fevereiro, quado o deputado redigiu 12, segundo o levantamento feito pelo “Leis em Projeto”.

https://i0.wp.com/www.maispatos.com/images/fotos_p2_news/1364893840.jpg

Major Fábio (DEM-PB) – Foto: http://www.maispatos.com

Mesmo com a queda, ele continua sendo responsável pela maior parte das proposições feitas por seus estado e partido na Câmara.

Das 24 feitas pelo Democratas, ele foi autor de 54,1%. E das 18 de representantes da Paraíba, Fábio elaborou 72,2%.

Se a primeira posição não tem novidades desde fevereiro, o mesmo não se pode dizer da segunda e da terceira.

Na sequência de Major Fábio, aparece o deputado Rogério Carvalho (PT-SE), que estreia na lista com 5 propostas.

https://i0.wp.com/www.primeiramao.blog.br/uploads/usuario/image/rogeriocarvalho.jpg

Rogério Carvalho (PT-SE) – Foto: http://www.primeiramao.blog.br

Houve empate no terceiro lugar Celso Jacob (PMDB-RJ) e Wellington Fagundes (PR-MT). A dupla apresentou 4 proposições cada.

Em abril, as duas posições foram ocupadas por autores de um projeto a mais em cada uma, respectivamente.

As 26 propostas dos primeiros colocados representam 14,8% das 175 produzidas pela Câmara Federal em maio.

Nathan Lopes, redação e pesquisa

VEJA TAMBÉM
Quatro estados ficam sem propostas em maio; SP segue líder
Grupo de deputados com propostas regride no mês passado
Número de projetos na Câmara cai quase 20% em maio

PMDB assume 1° lugar na Câmara em maio; PSDB cai para terceiro

Câmara Federal
Balanço de Projetos – Maio de 2013

Os três partidos com mais projetos na Câmara dos Deputados em maio são os mesmo de abril. A diferença está no posicionamento deles.

Com exceção do Democratas, que manteve o segundo lugar com 24 projetos, PSDB e PMDB inverteram o posicionamento.

Fonte: Câmara Federal / "Leis em Projeto"

Fonte: Câmara Federal / “Leis em Projeto”

Em maio, os peemedebistas apresentaram 29 propostas, quatro a mais que no mês anterior. Já os deputados filiados ao PSDB somaram 19 proposições, pouco mais da metade do elaborado em abril, 34.

No mês anterior, sete partidos ficaram sem projetos feitos por seus parlamentares. Esse número caiu em maio, ficando em seis. Eles são PTC, PMN, PRP, PHS, PSL e PEN.

Acompanhe a lista:

4° – PT: 17
5° – PSD: 16
6° – PR: 15
7° – PDT: 14
8° – PSC: 8
9° – PDT: 7

Das 30 representações partidárias no Brasil, 24 possuem deputados.

Dessa forma, a média aponta que cada partido dessas duas zenas foi responsável por cerca de sete propostas. Além de PMDB, DEM e PSDB, outros seis estiveram acima desse patamar em maio.

10° – PP: 6
11° – PRB: 5
12° – PV: 4
13° – PTB, PCdoB e PPS: 3
16° – PTdoB e PRTB: 2
18° – PSOL: 1

Amanhã, conheça os deputados que mais apresentaram projetos em maio.

Nathan Lopes, redação e pesquisa

LEIA MAIS
Número de projetos na Câmara cai quase 20% em maio
Quatro estados ficam sem propostas em maio; SP segue líder
Grupo de deputados com propostas regride no mês passado

Quatro estados ficam sem propostas em maio; SP segue líder

Câmara Federal
Balanço de Projetos – Maio de 2013

Se em abril apenas os deputados do Piauí não apresentaram projetos, em maio foram os de quatro estados, segundo os dados da Câmara Federal usados pelo “Leis em Projeto” para a realização deste levantamento.

Os representantes de Amapá (8), Pará (17), Rio Grande do Norte (8) e Rondônia (8) não deram sugestões para a Legislação brasileira no mês passado. Juntos, eles são 8% de todos os deputados.

Os piauienses, desta vez, tiveram duas propostas. O estado conta com dez deputados na Câmara Federal.

Fonte: Câmara Federal / "Leis em Projeto"

Fonte: Câmara Federal / “Leis em Projeto”

Do outro lado da tabela, São Paulo continuou líder. Seus representantes apresentaram 23 projetos, nove a menos do que em abril.

Em maio, Rio de Janeiro e Paraíba inverteram posições. Os fluminenses, agora, ocupam o segundo lugar, com a mesma quantidade de abril: 20 propostas. Já os paraibanos foram para o terceiro, com 18 proposições. Eles tinham elaborado 27 no mês anterior.

Acompanhe o restante da lista:

4° – Bahia: 13
5° – Mato Grosso e Sergipe: 12
7° – Paraná e Santa Catarina: 9
9° – Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pernambuco e Rio Grande do Sul: 7

PROPORÇÃO: Como a Câmara recebeu 175 projetos, cada estado foi responsável, em média, por 6 deles, em números aproximados.

13° – Ceará, Espírito Santo e Maranhão: 5
16° – Amazonas: 4
17° – Distrito Federal e Goiás: 3
19° – Acre, Alagoas, Piauí e Tocantins: 2
23° – Roraima: 1
24° – Amapá, Pará, Rio Grande do Norte e Rondônia: 0

Amanhã, o “Leis em Projeto” apresenta mais números da Câmara Federal em maio.

Nathan Lopes, redação e pesquisa

VEJA TAMBÉM
Grupo de deputados com propostas regride no mês passado
Número de projetos na Câmara cai quase 20% em maio