DEBATE: Ponto facultativo em dias de jogos da Copa em Curitiba

Câmara Municipal de Curitiba
Projeto de lei 225/2013

O vereador Jorge Bernardi (PDT-PR) propôs que a cidade de Curitiba tenha ponto facultativo nas datas em que sediar jogos da Copa do Mundo. O “Leis em Projeto” pediu a opinião de nossos leitores sobre o assunto.

https://i2.wp.com/www.arcoweb.com.br/arquitetura/fotos/835/ft2.jpg

Projeção da área interna da Arena da Baixada, sede de Curitiba – Imagem: http://www.arcoweb.com.br

Acompanhe os pontos de vista:

@Netcina
“A proposta é válida. Deve ser adotada em todos os jogos da seleção brasileira, semi-finais e final”.

@claudiogrecco
“Absurdo!! O País parar por ponto facultativo(Copa do Mundo).. isso não existe!”.

@Vikibela28
“acho desnecessário, já que o foco estará em outros Estados…”.

@jmsolano
“geralmente é assim em todo o país”.

@Sakamori12
“Em todos os jogos, deveria liberar meio perído. País parar 10 dias é sacanagem!”.

Participe dos próximos debates pelo @leisemprojeto.

Curitiba poderá ter ponto facultativo em dias de jogos da Copa

Câmara Municipal de Curitiba
Projeto de lei 225/2013

Em três dias de junho de 2014, a capital paranaense poderá ter seus trabalhadores dispensados a partir das 13h.

A proposta, do vereador Jorge Bernardi (PDT-PR), visa ter menos pessoas circulando na cidade. Assim, Curitiba poderia ter seu sistema de transporte público atendendo, essencialmente, turistas e torcedores.

O ponto facultativo seria determinado nos dias 16, 20 e 26 de junho, datas em que o município sedia jogos da Copa do Mundo.

O projeto, porém, não menciona o dia 23, uma segunda-feira, quando também está prevista uma partida na cidade, a ser realizada às 13h.

https://i0.wp.com/www.arcoweb.com.br/arquitetura/fotos/987/estadio-arena-baixada.jpg

Projeção de como estará a Arena da Baixada (sede de Curitiba) para a Copa do Mundo – Imagem: http://www.arcoweb.com.br

“Considerando o perfil viário da cidade e o fluxo regular dos citadinos que desempenham suas atividades normais em dias comuns, é prudente manter as pessoas em suas casas nos dias de jogo evitando, assim, o colapso dos serviços disponíveis, seja no tocante à infraestrutura viária ou com a segurança de um modo geral”, argumenta Bernardi.

Para o vereador, a medida é uma forma de dar uma atenção especial ao turista, o qual, “sendo bem tratado, leva  a cidade na sua bagagem e no coração, podendo em viagens futuras retornar ao município”.

Pelo texto, o ponto facultativo na capital paranaense não seria estendido aos “serviços públicos considerados essenciais”.

A íntegra do projeto de lei 225/2013 – apresentado em 29 de maio – está disponível no site da Câmara Municipal de Curitiba.

COMEMORAÇÃO POR LEI: 23/11, Dia do Bairro de Santa Felicidade

Câmara Municipal de Curitiba
Projeto de lei 128/2013

Para “valorizar os hábitos e tradições italianas”, o bairro curitibano de Santa Felicidade poderá ganhar um dia de comemoração por sua existência.

Em 23 de novembro, atividades recreativas, culturais e de lazer poderão acontecer nesse distrito da capital do Paraná se a proposta do vereador Aldemir Manfron (PP-PR) for aprovada.

“Andando pelas principais ruas do bairro, nos deparamos com vinícolas, lojas de móveis, artesanatos, e ali também estão muitos de seus restaurantes; o pavimento em pedras rústicas, as casas com estilo colonial aliado ao animado temperamento de seus moradores criam um clima charmoso e muito agradável”, argumenta o vereador.

“Assim julgamos que o bairro mais gastronômico e turístico de Curitiba deve ser agraciado com seu dia de homenagem”.

A íntegra do projeto de lei 128/2013 – apresentado em 19 de março – está disponível no site da Câmara Municipal de Curitiba.

COMEMORAÇÃO POR LEI: 2/02, Dia da Memória Ferroviária

Câmara Municipal de Curitiba
Projeto de lei 114/2013

Todo segundo dia de fevereiro poderá ser de atividades e manifestações culturais para relembrar a história e a importância das ferrovias em Curitiba.

A criação do “Dia da Memória Ferroviária” é uma proposta do vereador Jorge Bernardi (PDT-PR).

“É de fundamental importância resgatar os principais aspectos deste patrimônio nacional que foi a ferrovia e a sua importância para os curitibanos”, justifica.

https://i0.wp.com/upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/a/ae/01_estac_Curitiba_RVPSC.JPG

Estação ferroviária de Curitiba, século XIX. Foto: http://upload.wikimedia.org

“A proposição é plenamente justificável pelo fato de que os velhos ferroviários, ainda vivos, estão morrendo e, com eles, a história de uma empresa que interagiu diretamente com a história do Paraná e de Curitiba. É urgente a preservação desse patrimônio cultural para a atual e as novas gerações”.

A escolha da data, 2 de fevereiro, deve-se à inauguração da ferrovia Curitiba-Paranaguá, nesse mesmo dia em 1885.

A íntegra do projeto de lei 114/2013 – apresentado em 6 de março – está disponível no site da Câmara Municipal de Curitiba.

Depois de mortes em Curitiba, projeto pede câmeras de vigilância em UTIs

Câmara Federal
Projeto de lei 5022/2013

Hospitais públicos e particulares de todo o Brasil poderão ser obrigados a instalar câmeras de vigilância em suas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs).

A proposta é do deputado federal Onofre Santo Agostini (PSD-SC), motivado pelas mortes nas UTIs do Hospital Evangélico de Curitiba, capital do Paraná.

A médica Virgínia Soares de Souza é acusada pela polícia de causar o óbito de pacientes desde 2006, quando ela começou a chefiar o setor de internação do hospital.

https://i1.wp.com/imgs.cmjornal.xl.pt/2013-02/2013-02-21230158_CA967162-B341-4FEB-88DD-FECB0766BF67$$738d42d9-134c-4fbe-a85a-da00e83fdc20$$ca44a7bf-3c4d-4bee-b80a-0803dd360036$$img_carrouselTopHomepage$$pt$$1.jpg

Virgínia Soares de Souza. Foto: http://imgs.cmjornal.xl.pt/

“Faz-se necessária a instalação de aparelhos de circuito interno para coibir esse tipo de prática e aumentar a segurança de quem necessita de UTIs nos hospitais públicos e privados do país”, justifica Agostini.

“Ora, se uma simples reclamação de consumidor por telefone pode ser gravada e solicitada, por que não existir uma ferramenta para proteger os pacientes e dar mais qualidade aos serviços de saúde?”, analisa o deputado.

A íntegra do projeto de lei 5022/2013 – apresentado em 25 de fevereiro – está disponível no site da Câmara Federal.

COMEMORAÇÃO POR LEI: Festa da Igreja do Rosário, em Curitiba

Câmara Municipal de Curitiba
Projeto de lei 129/2012

O final de semana mais próximo do dia 20 de novembro vai ser o período da Festa da Igreja do Rosário, na capital paranaense.

A proposta é do vereador Tito Zeglin (PDT-PR), que segue na Câmara na próximo mandato.

Nossa Senhora do Rosário, no sincretismo, é Oxum, protetora dos dançarinos, artistas, preservadores da cultura de uma região e dona da fertilidade e da riqueza de um povo. A lavação representa a purificação da alma e é feita com flores e água perfumada.

Na festa, acontece a lavação da escadaria da igreja de Nossa Senhora do Rosário, que, como explica o parlamentar, “no sincretismo, é Oxum, protetora dos dançarinos, artistas, e dona da fertilidade e da riqueza de um povo”.

“Lavar representa a purificação da alma e é feita com flores e água perfumada”, complementa.

“A lavação é celebrada com confraternização, música, dança e resgate de memória histórica e simbólica para a comunidade afro-curitibana, aberta a toda população”.

A íntegra do projeto de lei 129/2012 – apresentado em 20 de novembro – está disponível no site da Câmara Municipal de Curitiba.

Projeto quer incentivar pais de Curitiba a acompanharem gestação

Câmara Municipal de Curitiba
Projeto de lei 127/2012

Despendido-se da Câmara depois de não se reeleger, a vereadora Maria Goretti (PSDB-PR) apresentou um projeto que busca incentivar a presença do pai no acompanhamento da gestação do filho.

Seria concedido um dia de folga para que ele possa acompanhar as consultas de pré-natal e o parto.

Em um primeiro momento, a medida só valeria para servidores públicos (os quais deverão apresentar um atestado de presença nas datas). Mas a vereadora acredita que ela possa sensibilizar o empresariado curitibano a seguirem o exemplo.

“A participação do pai é fundamental para a construção do vínculo com o filho”, justifica a vereadora.

“Assim, o projeto visa garantir ao homem a oportunidade de acompanhar todo o processo de gestação, parto e nascimento, fortalecendo laços familiares e valorizando a participação do pai nestes momentos”.

A íntegra do projeto de lei 127/2012 – apresentado em 14 de novembro – está disponível no site da Câmara Municipal de Curitiba.