Senadora quer 15% do ‘Minha Casa, Minha Vida’ para baixa renda

Senado
Projeto de lei 242/2014

Até 15% das residências feitas para o programa “Minha Casa, Minha Vida” devem ser para famílias com renda de até R$ 1,6 mil, sugere a senadora Ana Rita (PT-ES).

Na justificativa da proposta, ela cita reclamações de possíveis beneficiários. “Têm sido frequentes as queixas de que os empreendimentos disponíveis atendem, em geral, a famílias com renda superior a R$ 1,6 mil, em razão do valor dos imóveis”.

Para Rita, separar 15% da demanda para a população com tal limite de renda “aprofunda o seu grande impacto social
e torna mais efetiva a focalização dos recursos do Orçamento Geral da União e do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, as duas principais fontes que o viabilizam”.

A íntegra do projeto de lei 242/2014 – apresentado em 17 de julho – está disponível no site do Senado.

Dê sua opinião sobre esta proposta no @leisemprojeto

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s