DEBATE: Energético proibido para menores

Assembleia Legislativa de São Paulo
Projeto de lei 322/2013

Nesta semana, o “Leis em Projeto” colocou em discussão entre seus leitores o projeto de lei do deputado estadual Alex Manente (PPS-SP) sobre a proibição do consumo de bebidas energéticas por menores de idade de São Paulo.

Acompanhe as opiniões:

@Tatielle_Castro
“concordo! Porém precisa intensificar fiscalização até em supermercados e padarias….”.

@elianete_vieira
“os pais já deveriam ter proibido antes”.

@gabrielateteu
“Acho q precisam arrumar um jeito de colocar as leis q já existem em pratica. Senão, será apenas mais uma p/ nada”.

@WalterFeldman
“Pedi uma avaliação do Ronaldo Laranjeira, maior especialista , para encaminharmos melhor. Em principio é cedo para proibir!”.

Participe dos nossos debates pelo @leisemprojeto.

Um pensamento sobre “DEBATE: Energético proibido para menores

  1. Vejo que, energético sim deve ser proibido para menores de 18. Visando a formação da criança e do adolescente e que seus órgãos estão em formação, seu crescimento ainda esta se transformando. Devido as proporções dos quais já se foram citados uma bebida energética poderia afetar de certa forma seu corpo. Em uma atividade física por exemplo, o coração já sofrerá uma alteração de batimentos, tomando o energético uma criança e/ou adolescente estaria preparado o suficiente para aguentar tamanha aceleração de batimentos cardíacos? São estas perguntas das quais me preocupo, sem dizer que existem relatos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s